Sumário

A jiboia é uma daquelas plantas mais cultivadas em casa desde os tempos mais antigos, afinal, quem nunca entrou na casa de avós que cultivam essa lindeza, não é mesmo? Sendo assim, leia a seguir no Horta, Jardim & Cia.

Trepadeira pertencente à família das Aráceas, a Jiboia chama bastante atenção devido a sua folhagem brilhante que pode ser verde completamente ou variegada com manchas e listras de diferentes tons e desenhos a variar conforme a espécie cultivada criando um efeito ornamental incrível. Seu nome científico é Epipremnum pinnatum.

Planta Jiboia é encantadora

Suas folhas são dispostas em um caule de forma alternada e são coriáceas, ou seja, possuem textura parecida com o couro animal, porém mais maleáveis. Quando ainda são jovens, a jiboia possui um formato de coração que mede entre 10 e 15 centímetros. Mas, conforme o tempo vai passando, as folhas podem dobrar o tamanho e tendem a ficar com um formato mais arredondado.

No meio ambiente, essas plantas trepam por galhos e troncos das árvores e palmeiras e se agarram com suas raízes ás cascas e seguem em direção à copa em busca de luz solar chegando aos incríveis 20 metros de comprimento da base ao topo.

Portanto, por causa dessa condição de escalar árvores enrolando-se no tronco, essa planta ganhou o nome que todos conhecem: jiboia. No entanto, se você deseja cultivar essa planta dentro de casa, saiba que ela atinge 1,80 m e alguns cuidados são essenciais para o seu desenvolvimento, como veremos abaixo.

Luminosidade ideal para cultivar jiboia

Se você já decidiu que quer cultivar jiboia em casa, mas ainda não sabe qual o local ideal para fazer o plantio dessa espécie, entenda que essa é uma planta de meia sombra que se adapta muito bem em condições de pouca luz. Portanto, é uma ótima ideia para quem tem um cantinho com maior quantidade de sombra em que nenhuma outra planta vingou até agora.

Devido a sua capacidade de filtragem do ar, pode cultivar a jiboia em qualquer ambiente da casa, inclusive em ambientes muito úmidos e quentes como o banheiro. No entanto, esse ambiente deve receber luz solar de forma indireta. Visto que ausência total de luz não é adequada para o crescimento de qualquer vegetal.

Preparo do solo e substrato ideal para cultivar jiboia

Planta Jiboia

Cultivo da Jiboia – Reprodução Canva

Pode cultivar a jiboia até mesmo na água. Todavia, se você busca um bom resultado mais rápido, use um substrato rico em matéria orgânica para fazer o cultivo de jiboia de forma mais saudável. Caso note que o substrato está escoando muito rápido a água, você ainda pode adicionar húmus de minhoca para condicionar à terra e deixar mais adequada para o desenvolvimento da planta.

Nesse sentido, o preparo do solo deve contar com uma camada inicial de drenagem no fundo do recipiente, uma manta de bidim para separação da terra e a preparação deve ser feita com terra vegetal, húmus de minhoca e areia para garantir um solo mais leve para essa planta crescer.

Transplante de mudas

A jiboia pode ser propagada facilmente pelo método conhecido como estaquia. Para isso, basta cortar um ramo que tenha 3 nós e colocar em um recipiente cheio de água.

Depois disso, em alguns dias, as raízes vão estar maiores e você poderá fazer o plantio em um vaso novo com substrato adequado ou manter o cultivo hidropônico mesmo. Já que essa planta já está bem adaptada à condição aquática.

[maxbutton id="1"]

Todavia, para manter ela na água, é preciso trocar regularmente esse líquido e colocar umas gotinhas de água sanitária para afastar o mosquito da dengue.

Como regar jiboia

A jiboia requer um solo bastante úmido e suporta bem quando exageramos na hora da irrigação. Não é à toa que pode cultivar essa planta totalmente imersa em água.
Por isso, não precisa economizar água na hora de regar jiboia, visto que ela suporta de forma saudável o excesso. Ao contrário da maioria dos vegetais cultivados em solo.

Adubação ideal para jiboia

A jiboia é uma planta tão resistente que até mesmo em um solo pobre essa planta consegue se desenvolver de forma saudável. No entanto, se você deseja que ela prospere rapidamente. Aposte em um solo enriquecido com húmus de minhoca e outros compostos orgânicos adequados para desenvolvimento dessa planta.

Afinal, alguns nutrientes são essenciais para as plantas e a jiboia pode reagir muito bem quando se incrementa o solo com fósforo, nitrogênio e potássio encontrados na fórmula NPK 10-10-10.

Pragas mais comuns e como evitar

Apesar de ser muito resistente, a jiboia é uma planta que também está sujeita ao ataque de pragas que consegue destruir até mesmo os vegetais mais durões.

Por isso, saiba que é comum ter que lidar com pragas como as cochonilhas, por exemplo. Visto que esses vegetais acabam atraindo esses insetos devido ao excesso de umidade que carregam em suas folhas e caule.

Nesse sentido, saiba que é difícil evitar que essas pragas ataquem suas plantas. Todavia, é possível combater de maneira eficiente para eliminar completamente das folhas dessa planta.
Para isso, aposte em receitas caseiras que não agridem o solo e que são economicamente viáveis para facilitar o seu acesso ao método para eliminar as pragas.

Cuidados Especiais com a Jiboia

A jiboia é uma planta muito linda e resistente. Portanto, as pessoas sempre buscam cultivar essa espécie dentro de casa. Visto que sua beleza decorativa faz com que seja bem querida nesses locais.

No entanto, é preciso se atentar para sua toxidade. Afinal, suas partes contam com um elemento químico chamado oxalato de cálcio. E se ingerido, pode levar a sérios danos na saúde das pessoas. Portanto, se você tem filhos e animais domésticos. Todavia, ainda deseja cultivar jiboia em ambientes internos. Saiba que deve manter ela longe desses pequenos. Visto que a ingestão por curiosidade pode trazer muitos problemas para a saúde deles.

Agora que você já aprendeu todos os pormenores que precisam ser levados em conta para cultivar jiboia em casa. Basta escolher o ambiente que deseja trazer um pouco mais de natureza para sua decoração e fazer o plantio seguindo nossas dicas.

Categorizado em:

Jardim,