Sumário

Saiba como cultivar Helicônia Papagaio, aqui no  Horta, Jardim & Cia. Apesar do nome um pouco estranho, essa é uma planta que qualquer jardineiro gosta de ter para cuidar. Dona de uma beleza exuberante, os cuidados com essa espécie são relativamente fáceis para a perfeição que ela entrega para sua decoração.

Portanto, se você é uma pessoa que deseja cultivar plantas exóticas em sua casa, saiba que a helicônia é uma ótima ideia para começar. Com seus ramos coloridos e pendentes, essa planta produz as brácteas, folhas usadas para proteger a flor que fica escondida no interior.

Nativa da Amazônia brasileira, a helicônia já é uma velha conhecida por aqui e do Peru. Portanto, você não encontrará dificuldade com a adaptação dessa espécie em seu jardim. Facilmente encontrada também em regiões da América Central, a helicônia encanta qualquer ambiente em que está sendo cultivada. Portanto, que tal trazer ela para seu jardim?

Abaixo, separamos um guia completo sobre a helicônia para que você não corra nenhum risco de errar em algum cuidado essencial para essa planta. Afinal, apesar da facilidade e da adaptação que essa planta já tem com nosso país. Saiba que é preciso ter zelo com essa plantinha. Confira:

Clima ideal para o cultivo de helicônia

Nativa da Amazônia, a helicônia representa o gênero da família heliconiaceae que abriga cerca de 100 espécies diferentes. Desse total, podem ser encontradas no Brasil até 40 tipos variados. No entanto, mesmo com essa imensa variedade, a helicônia tem uma característica que é a formação da bráctea. Por isso, é importante oferecer as condições ideais para que essa planta tenha um bom desenvolvimento.

O clima ideal para cultivar helicônia, uma planta que pode atingir até 12 metros de altura nas condições ideais, é o encontrado na região da Amazônia: quente e úmido.
A temperatura ideal para o cultivo de helicônia deve se manter sempre acima de 25°C e a luminosidade pode ser indireta. Todavia, todo esse calor é importante para que ela se mantenha saudável.

Ou seja, quem mora no sul tem muita dificuldade para cultivar helicônia, visto que é necessário usar uma estufa para simular essa alta temperatura do Norte brasileiro.

Solo ideal para cultivar helicônia

Conheça a Helicônia - Reprodução Canva

Conheça a Helicônia – Reprodução Canva

A helicônia não é uma planta muito exigente em relação ao solo, mas um terreno fértil que simule seu habitat é uma boa ideia. Afinal, a região Amazônica tem um solo bastante rico em húmus e restos das plantas que são encontradas nas florestas desse bioma brasileiro.

Portanto, para cultivar helicônia em sua casa, simule essas condições e aposte em restos de vegetais, húmus de minhoca e cascas de ovos trituradas para garantir que essa planta tenha um bom desenvolvimento.

Abaixo voltaremos a falar sobre a adubação adequada para helicônia. Portanto, continue lendo para entender todos os detalhes do cultivo dessa planta tão linda e querida pelos jardineiros.

Em quanto tempo a helicônia produz flores

Como já dissemos, a helicônia está presente em gênero que conta com mais de 100 espécies. Sendo assim, afirmar um tempo correto para sua floração é até mesmo enganoso. Entretanto, geralmente, essa planta floresce o ano inteiro, sobretudo quando está cultivada em um ambiente com bastante luminosidade.

[maxbutton id="1"]

A colheita pode ser realizada quando a helicônia atingir a coloração que se espera da espécie escolhida e o corte da haste é recomendado. Visto que essa planta produz flores apenas uma vez em seu ciclo de vida.

Como regar a helicônia

Não foi dito ainda, mas helicônia é uma planta com rizomas. Ou seja, partes de suas raízes acumulam água e essa é uma adaptação natural que essa espécie adquiriu em milhões de anos após passar por longos períodos de seca.

Portanto, saiba que ela não depende tanto de você quando o assunto é água. Visto que ela possui um estoque para se manter por algum tempo sem que seja regada. Nesse sentido, a irrigação deve acontecer somente quando notar que o solo está completamente seco.

Para isso, basta furar à terra com o dedo e verificar se já existe lama no subsolo e evite a rega nessa condição. O contrário, ou seja, quando o dedo sai seco do solo, esse é um sinal de que você já pode regar até que à terra fique úmida, mas nunca encharcada.

Como podar helicônia

Na verdade, esse tópico deveria ser chamado “como não podar helicônia”. Pois essa planta não demanda uma poda de formação e manutenção como acontece com outras espécies em seu jardim. Portanto, a poda da helicônia deve ser voltada somente para a remoção de folhas mortas ou doentes que estejam sugando os nutrientes do caule e isso prejudica o desenvolvimento de ramos mais saudáveis.

Adubação ideal para helicônia

Assim como a sua relação com o solo, a helicônia não é uma planta muito exigente, portanto, ofereça um material orgânico que sobra no dia a dia em sua casa e adicione ao solo a cada três meses.

Além disso, caso prefira um adubo de indústria, a nutrição da planta pode realizar com o mais comum dos fertilizantes do tipo NPK que é a fórmula 10-10-10.

Segredos para helicônia dar mais flores

Um dos segredos para que sua helicônia produza bastante flor é o cultivo no momento adequado, já que essa planta floresce o ano todo quando se acerta na hora do plantio. Além disso, a manutenção do solo seco entre os intervalos de irrigação é muito importante, visto que o rizoma já mantém essa planta com uma boa quantidade de água.

Portanto, uma planta bem nutrida com uma luminosidade ideal e bem protegida de pragas produzirá muitas flores rapidamente.

Pragas comuns e como evitar

Infelizmente, a helicônia é uma planta que sofre bastante com as pragas, sobretudo quando recebe pouca adubação e o mais comum de se encontrar nessa espécie é o pulgão, o ácaro e a cochonilha e a boa notícia é que todas essas pragas podem eliminar com receitas caseiras fáceis de fazer.
Além da eliminação com essa mistura, é bom manter a adubação correta e o controle da irrigação para que essa planta se mantenha saudável.

Categorizado em:

Jardim,