Sumário

Quer saber mais sobre como cultivar a taioba? Confira agora no Horta, Jardim e Cia. Xanthosoma sagittifolium, nome científico da nossa querida taioba é um pouco difícil de lembrar, não é mesmo? Todavia, se você não é um cientista, taioba é um ótimo nome para essa planta que também pode conhecer em algumas regiões como Orelha de elefante.

Muito usada em projetos ornamentais e até mesmo em receitas caseiras que trazem diversos benefícios para a saúde humana. A taioba é uma planta que apresenta uma folhagem densa e exótica para sua decoração.

Aqui, vamos explicar tudo que você precisa saber para cultivar taioba em sua casa, visto que alguns cuidados são essenciais para o desenvolvimento dessa planta. Além dos benefícios que essa planta oferece, suas folhas também são comestíveis e essa é uma das PANCs mais conhecidas da atualidade.

Planta Alimentícia não convencional é o que define essa sigla que a taioba está inserida. Portanto, se você quer trazer um alimento saudável e pouco convencional para sua rotina. Que tal começar a cultivar taioba em sua horta?

Então, vamos aprender tudo que é necessário para o cultivo dessa planta? Veja a seguir:

Clima e temperatura ideal para cultivar taioba

A taioba é uma planta que está bem adaptada com o clima tropical. Portanto, regiões quentes e úmidas como as que são constantes na região norte e nordeste do Brasil são ótimas para o desenvolvimento dessa planta.

No entanto, o cultivo de taioba não está restrito às áreas mais ao norte do país. Visto que a planta também tem uma boa capacidade de adaptação em temperaturas mais amenas. Portanto, a média de temperatura para o cultivo de taioba deve se manter acima de 20°C. Pois esse clima faz com que essa planta tenha um desenvolvimento melhor.

No entanto, quem mora na região sul pode sofrer para cultivar taioba de forma saudável. Visto que o clima frio é prejudicial para o crescimento dessa planta.

A taioba pode ser cultivada em ambientes externos sob luz direta ou em ambientes internos como varandas e áreas mais abertas para garantir a passagem de luz indireta para a planta.

O segundo tipo de cultivo é o mais recomendado. Já que a sombra parcial simula o ambiente natural que a taioba encontra no meio ambiente e isso favorece o seu desenvolvimento.

Conheça a Taioba - Reprodução Canva

Conheça a Taioba – Reprodução Canva

Preparo do solo para cultivar taioba

A taioba é uma planta que precisa de uma boa capacidade de drenagem do solo. Além de ser fértil com boa capacidade de matéria orgânica na terra.

[maxbutton id="1"]

Afinal, quando encontradas na natureza, a taioba recebe resíduos orgânicos de frutos e cascas de árvores que caem no solo. Portanto, essa condição deve ser reproduzida em sua casa para que ela se desenvolva de forma saudável.

O solo compactado deve ser evitado para que essa planta cresça de forma saudável. Além dos argilosos que também são prejudiciais para o desenvolvimento dessa espécie.

O nível de acidez do solo também deve ser considerado. Visto que a taioba prefere à terra que tenha o PH entre 5,5 e 6,5 para ter uma boa produção.

Germinação e transplante de mudas para o cultivo de taioba

O plantio da taioba é feito, na maioria das vezes, com pedaços dos rebentos laterais dessa planta que surgem perto do ramo principal da planta.

Além disso, as mudas devem ser cultivadas com 6 a 10 cm de profundidade para que se desenvolvam rapidamente em sua casa.

Para o cultivo de sementes, saiba que é preciso usar sementeiras. Pois assim você evita que elas disputem por nutrientes que são essenciais para o desenvolvimento de cada uma delas separadamente.

As mudas devem ser transplantadas quando já estiverem com cerca de 10 centímetros de altura e o vaso deve ser preparado para receber a planta em um solo adequado, como mencionamos acima.

Como regar

Apesar de sua resistência à seca, essa planta prefere um solo úmido para que tenha um crescimento adequado. Entretanto, o excesso é altamente prejudicial para o sistema radicular da taioba.

Portanto, o solo deve ser preparado para garantir uma boa drenagem para a taioba e o escoamento da água deve ser rápido, ou seja, em dez minutos o solo deve absorver a umidade para estar adequado para o plantio das mudas.

Como podar

A taioba não é uma planta exigente em relação à poda. Portanto, basta fazer a remoção de galhos mais secos e folhas amareladas para que ela se mantenha saudável.

Afinal, os galhos mais ressecados e folhas velhas continuam absorvendo nutrientes que poderiam usar para o crescimento de partes mais saudáveis da planta. Além disso, a remoção dessas partes faz com que a planta absorva mais luminosidade e aumente a capacidade fotossintética que o vegetal precisa para crescer.

Adubação para cultivar taioba

A adubação é essencial para o cultivo, já que essa planta demanda um solo rico em matéria orgânica para produzir suas folhas grandes.

No entanto, é preciso cuidar na escolha dos nutrientes que usa-se na fertilização dessa planta, pois elementos como o fósforo não são tão importantes para a taioba.

Então, invista em cascas de vegetais, restos de alimentos e húmus de minhoca para a fertilização do solo adequada para cultivar taioba em vasos ou no canteiro.

Principais pragas e como evitar

Um dos problemas da taioba é que ela possui um ótimo atrativo para as pragas: a sombra. Por causa de suas folhas largas, a taioba serve como esconderijo para muitas pragas como lesmas, moluscos e lagartas.

Portanto, é importante se manter atento à planta para saber se ela está sendo atacada por esses insetos e moluscos que danificam rapidamente essa espécie.

Nesse sentido, caso note o ataque de caracóis e lesmas, a melhor forma para combater esses animais é a remoção manual. Portanto, faça a limpeza do terreno em busca de cacos de tijolo e restos de objetos que possam servir como esconderijo para essas pragas. Então, sempre usando luvas retire todos eles e coloque em um saco plástico.

Além disso, armadilhas podem ser muito eficazes para eliminação dos caracóis e lesmas, portanto, prepare algumas para acabar com essas pragas em sua taioba.

Leia também: Pimenta-calabresa: faça a colheita do seu próprio pé em casa

Categorizado em:

Horta,